BEST OF 2020 – Romance

Este foi o ano em que me aventurei mais no romance, e fiz uma descoberta incrível – não é tudo Nicholas Sparks! Sem desrespeito para quem gosta, ainda bem que existe, simplesmente não é para mim. Estão a ver aquelas comédias românticas perfeitas para um domingo à tarde debaixo de uma manta a comer gelado? Ou aqueles romances tão poéticos e reais que nos dão sempre vontade de virar a vida ao contrário? Há livros assim!! E eu tive a sorte de ler alguns deles… Aqui ficam os meus favoritos.

1º – Writers and Lovers

Autor: Lilly King
Lido: Agosto 2020

Classificar este livro como Romance é uma decisão pessoal – oficialmente é ficção literária, mas o blog é meu por isso fica aqui. Gostei tanto deste livro que até é difícil explicar o porquê – é um livro sobre livros, um dos meus temas favoritos. Conta-nos a história de Casey, aspirante a escritora que trabalha como empregada de mesa há 5 anos para se sustentar enquanto tenta escrever a obra prima da vida dela.

“It’s strange, to not be the youngest kind of adult anymore”

Chocada pela súbita morte da mãe, Casey sente-se mais perdida do que nunca e incapaz de cumprir os seus sonhos, ao mesmo tempo que vê todos os amigos escritores que tem e conhece a serem publicados. Na sua jornada para ultrapassar a morte da mãe e completar finalmente o seu livro envolve-se com dois escritores muito diferentes mas igualmente fascinantes, que moldam a sua forma de pensar, escrever e agir.

A história é mundana e realista, as pessoas e as relações são tão credíveis que poderiam ser os nossos vizinhos do lado, e foi parcialmente por isso que gostei tanto. Para além disto, a escrita de Lily King é incrivelmente cativante e ritmada, e frequentemente poética. Sempre que me lembro desta obra fico com vontade de a reler. Possivelmente o meu livro favorito do ano!

“It’s a particular kind of pleasure, of intimacy, loving a book with someone.”

2º – Beach Read

Autor: Emily Henry
Lido: Agosto 2020

Outro romance sobre livros e escritores? Yes, Please! Dois autores rivais e muito diferentes (ela, romance; ele, ficção literária) acabam vizinhos por um verão numa vila pitoresca.

A lidar com a morte do pai e o fim da sua relação de longa duração, January sente-se incapaz de escrever sobre o amor. Preso no seu próprio bloqueio literário, Augustus está ainda mais maldisposto do que o costume. Num segundo de loucura, os dois decidem trocar de papéis – January vai escrever um livro triste e dramático, Gus vai escrever um romance. E o resto, é (literalmente) história…

“Again and again he told me I wasn’t myself. But he was wrong. I was the same me I’d always been. I’d just stopped trying to glow in the dark for him, or anyone else.”

3º – Take a Hint, Dani Brown

Autor: Talia Hibbert
Lido: Dezembro 2020

Este livro foi DELICIOSO! Confesso que arrancou alguns giggles juvenis e me aqueceu a alma. Dani Brown é uma estudante de doutoramento e aspirante a professora univeritária que prioritiza o trabalho e a família acima de tudo. Por essas razões, está convencida de que não tem tempo nem capacidade para ter uma relação, e foge de situações sérias ou com carga emocional a sete pés.

Zafir é um ex-jogador de rugby com um aspeto de durão mas que adora romances e o seu projeto de voluntariado dedicada a ensinar inteligência emocional a jovens rapazes. Um par improvável com objetivos e visões do amor e relações muito diferentes, mas que apesar de tudo arranjam maneira de encaixar, nos vários sentidos da palavra… Divertido, leve, emocionante e cativante, um must read absoluto.

“If something keeps you human when pressure makes you feel like a volcano, hold onto that thing by whatever means necessary.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *