NeedleTales #1 – o top azul

Em novembro do ano passado decidi aproveitar o confinamento para aprender uma nova skill – crochet e tricot. A minha mãe, pessoa mais prendada que conheço, sempre fez imensas peças de roupa para ela e para nós em crochet e tricot, para além de ser mágica a bordar, costurar e fazer alterações ao vestuário no geral. Depois de 24 anos a vê-la dominar o mundo da moda caseira decidi aventurar-me e pedi-lhe que me ensinasse.

Comecei por crochet e pelos pontos mais simples e consegui fazer três cachecóis até ao fim de dezembro que ofereci de prenda de Natal à minha mãe e avós. Pelo meio experimenter o tricot (que se faz com duas agulhas em vez de uma), que por ser mais complexo está mais tremido.

Terminados os cachecóis senti que precisava de um novo desafio. Sempre adorei os tops de crochet que povoam o pinterest e até algumas lojas, e decidi que era isso que queria fazer. Sou muito impulsiva e em retrospetiva devia ter planeado melhor o meu projeto – encontrado um padrão online com medidas e números de pontos específicos, delineado um plano passo a passo, ponderado melhor o tamanho da linha e da agulha etc Pois bem, deixei os planeamentos para a próxima e atirei-me de cabeça. Na verdade nada disto teria corrido bem se a minha mãe não estivesse sempre lá para me tirar as dúvidas e desembaraçar os nós literais.

Comprei 5 novelos de algodão azul turquesa e uma agulha bem mais fina do que a que usava com lã e meti mãos à obra. Comecei pelos triângulos da parte da frente de cima do top, por achar que iriam decidir tudo o resto. Confesso que quase desisti aqui – demorei demasiado tempo a conseguir que os triângulos ficassem iguais e com as mesmas dimensões, mas aprendi muito no processo.

Terminados os triângulos comecei o grande retângulo que seria a parte da frente – ainda sem os coser um ao outro fiz uma fila abaixo dos dois que os juntava e continuei até ter o comprimento desejado. De seguida fiz um retângulo semelhante para a parte de trás. Cosi a a parte da frente à de trás com linha de costura azul e prolonguei as alças até chegarem atrás. Depois de tudo cosido e montado fiz rebordos em todo o perímetro num ponto mais delicado para rematar e reforçar a estrutura.

E tadaaaa, mês e meio depois de começar terminei o meu primeiro top de crochet. Adorei a experiência e vou de certeza repetir com outras cores, formas e padrões. Adquiri bastante know-how experimental e estou entusiasmada para iniciar novos projetos.

E agora, sem mais demoras, aqui fica o produto final – o meu primeiro top de crochet azul turquesa:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *